Nosso corpo produz óleo para ajudar a manter nossa pele macia e suave, mas se muito sebo é produzido, pode levar a acne e espinhas.

Lembre-se de que há dois fatores principais responsáveis pela produção de oleosidade excessiva na pele: hormônios e genética.

Neste post mostraremos a relação entre pele oleosa e a produção de acnes e espinhas, como elas se formam, hábitos que estimulam o seu aparecimento e como podemos nos prevenir contra esse incômodo tão comum.

Pele oleosa

A pele oleosa é conhecida clinicamente como seborreia e é causada pelo excesso de óleo da pele produzido dentro dos poros. Durante a puberdade e outros eventos da vida, os hormônios flutuantes podem resultar em aumento dos níveis de andrógenos, considerados uma das principais causas da pele oleosa.

Andrógenos são hormônios masculinos presentes em homens e mulheres que sinalizam a maturação das glândulas sebáceas da pele. À medida que essas glândulas amadurecem, a produção de andrógeno aumenta. Quanto maior a quantidade de andrógenos presentes, mais sebo é canalizado através dos poros na superfície da pele, criando o brilho oleoso.

Também é importante notar o papel que a genética pode desempenhar na pele oleosa. Na maioria dos pacientes com acne, a reação às alterações hormonais depende de genes e hormônios.

Eventos da vida como a puberdade ou a gravidez podem resultar em alterações hormonais, e fatores genéticos e hereditários podem determinar como sua pele reage a essas alterações hormonais.

A formação de acnes em pele oleosa

A pele humana tem poros que produzem as glândulas sebáceas sob a pele. Os folículos (pequenos buraquinhos que podem acumular células mortas e sujeira) conectam as glândulas aos poros.

As glândulas produzem um líquido oleoso chamado sebo. O sebo transporta células mortas da pele através dos folículos para a superfície da pele. Há também um pequeno pêlo que cresce através do folículo para fora da pele. As espinhas crescem quando esses folículos são bloqueados e o óleo, a sujeira e as células mortas se acumulam sob a pele.

Células da pele, sebo e cabelo podem facilmente se aglomerar. Nesse momento, o folículo fica infectado com bactérias e começa a inflamar. Assim, uma espinha começa a se desenvolver. Propionibacterium Acnes é o nome da bactéria que vive na pele e contribui para a infecção de espinhas.

Pesquisas sugerem que a gravidade e frequência da acne dependem do tipo de bactéria. Nem todas as bactérias da acne provocam espinhas.

Hábitos que podem aumentar acnes em pele oleosa

Há muitos hábitos diários e escolhas de estilo de vida que podem agravar os problemas de uma pele oleosa, resultando no aumento de acnes e espinhas. Confira agora e cuide da sua pele!

Não dormir o suficiente

Obter a quantidade certa de descanso a cada noite é importante para a saúde do corpo inteiro, e também pode afetar significativamente a aparência da pele. A privação do sono pode resultar em resistência à insulina. O aumento da insulina pode resultar na criação de um hormônio que estimula o aumento da produção de sebo.

Estresse e descontrole emocional

Certifique-se de gerir o seu stress. Faça exercícios regularmente, pratique meditação e converse com um amigo ou membro da família se estiver se sentindo sobrecarregado. Tais descontroles emocionais refletem instantaneamente na pele com o surgimento de espinhas e de outras inflamações na pele.

Deixar de usar protetor solar

Não importa o tipo de pele, é importante usar o protetor solar diariamente para manter sua pele segura e protegida dos malefícios que o sol pode provocar. No entanto, com pele oleosa, é importante dar uma olhada no tipo de protetor solar que você está usando para evitar o bloqueio desses poros.

Sabemos que acnes em pele oleosa podem causar um pouco de constrangimento, porém, as pessoas com esse tipo de pele têm mais benefícios do que contratempos.

A maioria dos especialistas em cuidados com a pele concorda que aqueles com tipos de pele oleosa ou mista geralmente envelhecem mais lentamente. A pele oleosa permanece lubrificada, evitando linhas finas e rugas. O cuidado adequado vai proporcionar uma pele saudável e jovem por mais tempo.

Se você gostou desse assunto e quer saber como cuidar da sua pele de forma independente, baixe o nosso ebook “Máscaras cosméticas faça: você mesmo” e cuide de você!