Cravos são desenvolvidos pelo acúmulo de sebo diante de uma alta produção de óleo da pele. Ou seja, são naturalmente mais frequentes em peles oleosas e podem ser um sintoma inicial da espinha.

A espinha, por sua vez,  é uma resposta ao acúmulo de sebo em forma de lesão. Ela contém bactérias e células inflamatórias que formam aquele “pus” que tanto desejamos espremer.

Mas como tratá-los? Com uma alimentação regular, fazendo um misto de cuidados naturais e estéticos da pele, você pode se livrar de espinhas e cravos mais rápido do que imagina. Acompanhe a leitura e conheça algumas fórmulas para o seu dia a dia.

Limpeza diária

Limpe sua pele duas vezes ao dia. Cravos e espinhas são mais propensos a aparecer se a sua pele estiver suja. Use um sabonete facial ou creme de limpeza adequado para remover maquiagem, excesso de óleo, detritos e bactérias da pele.

O uso do adstringente também é recomendado. Ele ajuda a equilibrar os níveis de oleosidade da pele e a secar espinhas e cravos. Use diariamente para promover uma pele mais saudável. Essa limpeza diária é simples, porém muito eficaz no combate de cravos e espinhas.

Esfoliação periódica

A esfoliação é excelente para remoção de pele morta e renovação celular. Ela fará a renovação de camadas da pele, o que resulta em uma pele mais suave e com menos cravos. O ideal é que seja realizada sempre pela noite, já que a esfoliação deixa a pele mais sensível à exposição solar.

Mas cuidado: no caso de peles com espinhas, a esfoliação não é recomendada, pois pode causar mais inflamação e deixar marcas no rosto.

Aplicação de ácido salicílico em cravos e espinhas

O ácido salicílico é uma ótima opção para dissolver cravos e espinhas e pode ser encontrado em diversos produtos vendidos em farmácias ou lojas de cosméticos.

Produtos a base de ácido salicílico são ótimos tanto para lavar o rosto, quanto para deixar na pele. Há alguns géis que usam esse composto e que farão as inflamações secarem mais rapidamente, ajudando também na remoção dos cravos. O uso dessa solução em conjunto com a esfoliação trará uma pele saudável de forma rápida e totalmente segura.

Hidratação na pele

Todos os métodos acima podem remover os óleos da pele e deixá-la mais seca. Então, vamos agora falar sobre a hidratação da pele e — atenção — ela é importante mesmo para peles oleosas.

É muito importante manter o equilíbrio certo na pele. Portanto, escolha hidratantes não-comedogênicos, ou seja, aqueles próprios para a pele e que não irão entupir os poros. A pele precisa de hidratação, porém, os poros precisam estar livres para não provocar mais espinhas.

Chá verde para acalmar a inflamação

O chá verde é conhecido por suas vitaminas e antioxidantes. É usado para o seu papel importante de quebrar o excesso de óleo na pele e reduzir a inflamação. Usar o chá verde no rosto ajuda a limpar a pele oleosa e desobstruir os poros.

Misturar uma colher de chá de folhas secas de chá verde com água e esfregar suavemente sobre as áreas afetadas por dois a três minutos será o suficiente para acalmar a pele.

Laser e microagulhamento

Lasers de baixa energia e de baixa densidade, literalmente irão aquecer a superfície inferior da pele sem danificar a camada superior, para o tratamento de cravos e espinhas. No entanto, esse tratamento se torna mais eficiente se for unido a outros tratamentos.

Logo depois de secar e eliminar as inflamações resultantes de espinhas, o microagulhamento fará a remoção das marcas provocadas por cravos e espinhas. O microagulhamento favorecerá a produção de colágeno que contribuirá também para a firmeza da pele.

Todas essas opções são especialmente válidas para o tratamento de cravos e espinhas. Misturar tratamentos caseiros e estéticos é uma boa maneira de obter excelentes resultados para os casos mais críticos. No entanto, se o seu objetivo é desenvolver uma rotina de pele sempre saudável, baixe o nosso ebook “Máscaras cosméticas: faça você mesmo” e aprenda a se cuidar no dia a dia!