Quando se trata de pele oleosa, há um bando de contos, mitos e crenças antigos por aí que podem ser difíceis de serem esquecidos ou desconstruídos. Receitas estranhas para ter uma pele perfeitamente clara e saudável.

Você usa produtos à base óleo ou não? Você tenta secar a oleosidade da sua pele ou não? Que produtos de limpeza e hidratantes você realmente deveria estar usando?

Tantas perguntas para grande parte da população que tem que lidar, diariamente, com a pele propensa a oleosidade. Até mesmo aquelas pessoas com pele mista precisam ser cautelosas com alguns pontos brilhantes no rosto.

Para ajudar a dispersar alguns mitos e reforçar algumas verdades, elaboramos este post contando o que é verdade sobre a pele oleosa. Acompanhe a leitura e aproveite!

Pele oleosa não pode usar hidratante

Mito. E dos grandes. Muitas pessoas acreditam que o hidratante só piorará a situação da pele oleosa, mas isso não poderia estar mais longe da verdade. As pessoas que deixam a superfície da pele secar, irão descobrir, muito em breve, que a pele acaba por produzir mais óleo.

Ou seja, usar hidratante não permitirá que esse acúmulo de óleo seja produzido. Pele oleosa necessita de hidratação tanto quanto a pele seca. Procure um hidratante que seja rotulado como “não-comedogênico”. Isso significa que não causa acne e não deixará sua pele brilhante.

A pele oleosa produz menos rugas

Verdade. A produção de óleo colabora para uma pele mais espessa e isso faz com que seja retardado o aparecimento de rugas. Ou seja, a junção de uma pele oleosa e o início de tratamentos anti-idade será o par perfeito para prevenir o aparecimento de rugas. Aproveite e confira também nosso artigo sobre como prevenir e tratar rugas e linhas de expressão.

Usar protetor solar aumenta a oleosidade da pele

Mito. Protetor solar é importante para prevenir o câncer de pele e deve sempre fazer parte de uma rotina saudável de cuidados com a pele. Indivíduos que estão preocupados com um filtro solar pesado, exacerbando seus problemas de pele, devem optar por protetor solar feito especialmente para aqueles com pele propensa a acne.

Quem tem pele oleosa também tem cabelo oleoso

Verdade. A produção de glândulas sebáceas se concentra na face e no couro cabeludo. Por isso, quem possui uma pele oleosa também terá o cabelo um pouco mais oleoso do que o normal, e vice-versa.

Usar produtos à base de álcool melhorará a pele oleosa

Mito. Usar produtos para a pele à base de álcool vão certamente tirar o óleo da sua pele, mas não irão melhorar a saúde da sua pele a longo prazo. Em vez disso, sua camada superior da pele ficará muito seca, sinalizando sua pele de que deve produzir mais óleo para compensar.

Será um misto de pele ressecada ao extremo com a produção de óleo exagerada em outros momentos.

Alguns alimentos podem aumentar a oleosidade da pele

Verdade. Alguns alimentos podem estimular a produção de glândulas sebáceas e aumentar a oleosidade da pele. Lembre-se que a pele oleosa não está atrelada somente a isso, porém, existem alguns alimentos que podem provocar o acúmulo. Isso vai depender de cada pessoa, algumas podem, por exemplo, ter reações a chocolate, leite, açúcar e outros alimentos.

É difícil lidar com a pele oleosa, porém, ressalta-se que a pele oleosa tem os seus benefícios. Tentar “enxugar” a oleosidade a qualquer preço poderá prejudicar a pele ao invés de torná-la saudável. Há produtos específicos para pele oleosa que conterão o brilho sem danificá-la.

Se você quer saber como cuidar da pele de uma maneira eficiente, deixando-a mais saudável, baixe o nosso e-book “Máscaras cosméticas: faça você mesmo” e tenha em mãos um primeiro guia para cuidar da pele!